By using our website, you agree to the use of our cookies.
By using our website, you agree to the use of our cookies.

Category: Share Board

Nutrition for Football Performance

The aim of this review is to identify important nutritional factors that can help football athletes to improve performance. Football is described as an intermittent sport encompassing cyclical bouts of high intensity anaerobic and aerobic activities such as accelerations and decelerations, changes of direction, unconventional movement patterns, and execution of innumerable technical skills that considerably contribute to energy expenditure. Therefore, football athletes require appropriate nutrition in order to replenish energy expenditure, maximize performance, decrease the risk of injury and illness (Chaves Oliveira et al., 2017).

Formar não é só ganhar

Com este artigo pretendo colocar algumas questões e fazer ver a todos os envolvidos no mundo do futebol que devemos sempre nos adaptar ao grupo de atletas que estamos a trabalhar, porque é completamente diferente trabalhar com atletas de 10 anos, ou de 15 anos. E que quanto mais novo um atleta é mais oportunidades ele deve ter e mais experiências deve vivenciar.

As dores musculares induzidas pelo treino de força podem ser prevenidas pelo alongamento?

A investigação nesta área, aponta para um duplo papel da prática de alongamentos visando a proteção contra a manifestação de DOMS. Numa dimensão de curto prazo, é referido que não diminui os sinais e sintomas de DOMS e que, pelo contrário, pode aumentar a sua expressão. Já a longo prazo, pode reduzir a dimensão dos sinais e sintomas após sessões de treino.
Assim, numa perspetiva preventiva, é recomendado especificamente, o desenvolvimento da flexibilidade.

How to develop “Smart soccer players”?

“Specifically, in soccer, which is a sport of open motor skills, the game conditions (game principles, number of players, level of opposition, space, goal, time and rules of the game) become even more relevant because the modification of some of these conditions will allow players to adapt their actions to a changing environment, as it is common in real game scenarios (Passos et al., 2008). Also, the representativeness of these games in the context of training will allow a greater transfer of skills to competition matches (Renshaw et al., 2009). Therefore, as soccer can be understood as a dynamic system in which athletes must select responses, the analysis must not only be of technical variables, but also of tactical variables such as decision-making (Davids et al., 2013).”

Comparação metodológica entre Portugal, Argentina e China

Este estudo acontece in loco durante o período que desempenhei funções em equipas profissionais dos 3 países. Por ser um privilegiado e ao mesmo tempo obcecado por estudar e controlar o treino, entendi que seria pertinente o estudo a fundo das diferentes metodologias quanto à sua operacionalização.
Para o estudo foi elaborada uma grelha onde se definiram os critérios a avaliar, tais como, exercícios com bola e competição, ou com bola e sem oposição entre outros. Durante as sessões analisadas todas tarefas ou paragens foram cronometradas de forma a se aferir a sua duração total. E os estudo respeitou a uma semana completa de treinos.

Verificam-se diferenças significativas quanto ao tempo efectivo de exercícios em alta intensidade. Argentina e China mais aproximadas.
As sessões de treino são mais curtas em Portugal comparando com Argentina e China optando-se aumentar a percentagem de tempo útil em relação ao tempo total do microciclo semanal.

Verificam-se diferenças significativas quanto ao tempo efectivo de exercícios onde a bola está presente. Portugal e Argentina mais aproximadas.
A bola é considerado como peça fundamental de todo o processo em Portugal enquanto que no lado oposto se encontra a China onde procuram uma metodologia mais tradicional.

A Metodologia em Portugal assume um foco nos duelos, no jogo, na oposição e simulação fraccionada de momentos do jogo.
Preocupação assumida em Portugal de rentabilizar ao máximo a percentagem de tempo útil, por isso até as paragens se apresentam controladas o mais possível.

A Conceção de Jogo de uma Equipa de Futebol: Um Modelo Dinâmico

A evolução do futebol ao longo dos anos tem sido cada vez mais evidente. Cada vez mais os campeonatos se tornam mais competitivos, existem treinadores mais preparados, os métodos de treino são melhores e cada vez as equipas têm formas de se conhecer melhor umas às outras. Todos estes aspetos promovem uma constante aprendizagem e um grande dinamismo na forma de trabalhar das equipas e na procura constante de novas soluções para resolver os novos problemas que vão surgindo.
Estes fatores levam-me a uma reflexão com proposta de inovação acerca daquilo que normalmente chamamos de “modelo de jogo”. Esta proposta será apresentada suportada por uma revisão bibliográfica com vários artigos de referência nesta questão.

en_USEnglish
pt_PTPortuguês es_ESEspañol hu_HUMagyar en_USEnglish